Número total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Mãos que amam


Mãos que amam


É na palma da mão
Que seguro a vontade
Que pego no coração
Que imagino a prosperidade
É na palma da mão
Que levo ao deitar a mais linda oração
Mãos unidas
Por Deus protegidas
Que me levam a sonhar
É na palma da mão
Que esqueço a ilusão
De uma vida sem sofrer
E ao acordar, olho de novo o meu ser
Que aconchego na palma da mão
E de punhos fechados abraço a razão
Em cada linha
A minha sina
Mãos que abraçam
Mãos que te amam... Querida
Mãos que esvoaçam
Em voos de amor
Te levo
Para toda a vida
Na luz do Senhor.

José Alberto Sá.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.