Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Qual a razão


Qual a razão

Eu não sei
Porque razão,
eu não tenho a luz que me ilumina
Uma luz de amor
Uma luz de menina
Eu não sei
Porque razão
A luz, não ilumina meu coração
Fala comigo então…
Diz-me qual a razão
Do medo que tens de me dizer
Que a luz do teu sofrer
É uma luz ténue, sem brilho
Diz-me…
Porque me escondes a luz, com que me maravilho
Eu não sei
Como pedir o teu olhar
Qual a oração
Que consiga devolver o teu luar
Eu não sei
Viver sem que tu estejas presente
A luz que sinto não mente
E me faz sonhar o que imaginei
Qual a razão
Do não querer
Falar somente
Talvez me ver… Conhecer
Como se eu fosse gente
Qual a razão
Eu não sei…
Ou… Talvez eu não o queira dizer
Talvez somente diga
Que serás na minha vida
A mais querida
A luz mais linda do meu viver

José Alberto Sá

1 comentário:

  1. divino.....de uma saudade infinita...parabéns mestre das palavras..bjos

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.