Número total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

A tua voz


A tua voz

Hoje escutei a tua melodia
Quis sentir as vibrações do amor
O timbre suave de uma voz com alegria
E imaginei-me cantor
Fazes bem quando me falas
Sinto perfume nas tuas cordas vocais
Imagino-me flutuar como se fosse um anjo
E amo quando não te calas
E me fazes subir ao céu dos imortais
Com a voz florida do teu arranjo
Hoje escutei uma canção
Que só tu me sabes cantar
Meu Deus! Sinto-te em meu coração
Uma voz melodiosa que hoje quis amar
Quando quebras o meu tempo
Imagino-me levado no vento
Quando fazes parar as horas
Imagino-me a correr para onde moras
Hoje fizeste-me feliz, liguei-me a ti
Quis sentir na voz a minha senhora
A voz mais bela, a voz que me aflora
Como se fosses a única que ouvi
Quando me ligas
Acabam-se as dúvidas, tua voz é o meu lema
Acabam-se as fadigas
E imagino-me a recitar contigo
O mesmo poema
A tua voz é poesia, o meu abrigo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.