Número total de visualizações de página

domingo, 12 de agosto de 2012

Porque não te tenho


Porque não te tenho


Se eu soubesse
Que morria
E te encontrava do outro lado
Que mal faria!
Se eu soubesse
Que o amor agradeceria
A viagem do amado
O céu talvez fosse rosa
A terra fosse azul celeste
Se eu soubesse
Que lá te encontrava, doce e vistosa
E que lá te pudesse,
roubar o beijo que não me deste
...
O mar do outro lado fosse de areia
O deserto fosse molhado
Que bom seria
Correr para teus braços minha sereia
e bailar contigo do outro lado
Se eu soubesse, que morria
e te pudesse levar em meu colo
Rolar na erva verde esperança
Morreria feliz neste meu solo
e comigo te levaria na nossa dança
...
Seria tão bom se eu soubesse
Que morrer seria o menos mal
Se beijar teu rosto poderia,
sempre que quisesse
Momentos de amor celestial
Que eu não me importaria
Se assim fosse e eu soubesse
Eu morreria

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.