Número total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de julho de 2012

A tua ausência


A tua ausência

Tenho necessidade de explicar
O sentido da ausência
O medo da distância
Tenho de exemplificar
O sentido da persistência
A medo do sufoco pela ânsia
O amor…
Mesmo não estando por perto
O amor…
Mesmo que além-mar
A voz que me penetrou
O som melódico vinda no vento
O aperto
O abraço sem abraçar
O beijo sem beijar
O amor…
O meu exemplificar
Aquilo que quero, aquele que sou
Por isso persisto
Na ansiedade de te conhecer
Se assim não for, porque existo?
Qual a razão do meu ser
Passo a explicar o círculo fechado
Um amor sem chave
Um sorriso feminino, que me tem levado
Num voo de amor, na beleza de uma ave
Tenho necessidade de ser adolescente
Namorar o bom da vida, o amor que vi
Explicar ao medo que o amor não mente
E que a distância é já ali
Esta é a minha explicação
Para um olhar triste, pela metade
Para o rosto fechado, pela distância
Para o aperto de um coração
Ao amor a minha importância
Para ti a minha identidade
Amor e saudade


José Alberto Sá

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.