Número total de visualizações de página

domingo, 22 de julho de 2012

Teu perfume


Teu perfume

Hoje não sentia o ar do costume
O mar já não era salgado
O verde das árvores tinha queixume
Hoje em mim, existia um outro perfume
Delícia de um ar apaixonado
O vento nada me dizia
As flores invejavam o cheiro meu
Hoje eu passava aromatizado pela alegria
Odor de um corpo vindo do céu
Um perfume de além-mar
Fragrância simples, pura, bela
Aromático cheiro que apanhei da janela
O perfume do teu olhar
Mesmo daí, desse lugar que não sei
Sinto o teu aromatizar
Aromas de um rei
Hoje no meu banho, vou-me esfregar em ti
Quero teu cheiro, em mim envolvido
És o melhor elixir, o mais belo que senti
E me sinto inundado pelo teu fluido
Hoje acordei contigo na pele
O teu sorriso é o toque da minha juventude
Tu és o meu pedido,
para que este perfume nos sele
Sinto-me enaltecido
Pelo teu cheiro, que não quero que mude
Consigo levitar no jardim que me deste
O teu corpo é a essência do amor
Ele é a vontade que me despe
Um perfume de ti, como se fosses flor

José Alberto Sá

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.