Número total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Separação


Separação

É isto que eu mereço?
Perfeito.
Ciente de que não me esqueço,
desse teu jeito.
Sou de pedra fria, dizes tu!
Perfeito.
Ciente do corpo nu,
com que me deito.
Dores de cabeça dissimuladas?
Perfeito.
O engano me leva por outras estradas.
Por ventura, caminho já feito.
Barulho ou discussão
Perfeito.
Um pela direita, outro em contra mão
Temos o mesmo direito.
Ódio no olhar saliva no falar
Perfeito.
Vassoura partida, panelas no ar
Que deste jeito
Temos de nos separar
Malas à porta, alguma razão!
Perfeito.
Poesia não foi, amor também não
Somente a separação
Respeito.

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.