Número total de visualizações de página

sábado, 12 de maio de 2012

Porque escrevo...


Porque escrevo...

Cativa-me pensar em palavras
Preencher linhas com perfume
Imaginar que és tu que as lavras
Como quem planta nas folhas o queixume
Cativa-me olhar cada letra
Dar-lhe um significado
Bailar com elas e minha caneta
Em palavras de renda, meu bordado
Cativa-me expressar movimento
Chorar pelo deslizar do momento
Sorrir às palavras meu convento
Enclausura do meu sentimento
Cativa-me escrever...
Cativa-me sentir cada ponto
Olhar o ornamentado amanhecer
Dormir sossegado sem confronto
Cativa-me ter fé...
Escrever na vontade e sonhar
Cativa-me a força, olhar-me de pé
E sentir nas palavras o voar
Escrevo... Não sei porquê!
Esta vontade não me deixa
Cativa-me a imagem quando se lê
O amor na palavra que não se queixa
Cativa-me sentar e olhar o papel
Poetizar no meu jardim, a mais bela flor
Amar palavras com sabor a mel
Abraçar a escrita, o meu amor

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.