Número total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Dancei com as flores


Dancei com as flores

Nos meus ouvidos a música suava
Melodia que a terra fazia tremer
Aurora no ar pelo som que amava
Em cores perfumadas ao amanhecer
Eram sons da mente em transe…
Voz feminina em canto de capela
A minha incerteza no vou ou não vou
Imaginei-a doce e quis vê-la
Flutuando apareci à janela
Meu olhar se hipnotizou
Eram sons da mente em transe…
No meu jardim todas as flores dançavam
Os lírios baloiçavam ritmados
Os cravos aromatizavam o meu jardim
As margaridas marchavam com os namorados
E toda aquela música vinha até mim
Dançando em transe…
O alecrim tentava o namorico
Os jarros de roupa branca e gravata amarela
Faziam parte do coro, momento rico
E eu delirava junto à janela
Transe em meus olhos…
As tulipas de saia de roda me encantavam
A voz de uma menina, chamada rosa
Era agradecia todos os que a amavam
E ela sabia, estava vaidosa
Em transe de amor…
O meu jardim me transportava para o sol
Saí da janela e quis também dançar
Que belo e doce canto do girassol
Que com a rosa cantava, voz de tenor
Abri a porta… E nada!
Estava a sonhar
Em transe…

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.