Número total de visualizações de página

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Berlinde


Berlinde

Um berlinde lindo e perfeito
Coloquei-o sobre ti
Estavas deitada
Coloquei-o no teu peito
Rolou por ali
Destes uma risada
Caiu no chão
E com a mão, peguei-o novamente
Sentia o teu coração,
numa batida ofegante
Estavas contente
Era o sentir de um tactear provocante
O berlinde rolava sobre o teu prazer
Por entre os seios corria
E o teu corpo me dizia
Brinca comigo, volta a fazer
Coloquei o berlinde num sítio apetecido
Com o dedo o empurrei
Sorriste feliz pelo sucedido
E quase ganhei…
Pediste repetição
Jogamos os dois, um vencedor
e um vencido
Num momento de inspiração
Coloquei o berlinde com muito amor
Na covinha do teu umbigo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.