Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Mar à Tona - Póvoa de Varzim


Não foi a poesia, não foi a escrita, não foi a melodia, não foi o voar.
Foi sim o mar, o amar e sonhar acordado.
Na Póvoa de Varzim, olharam para mim... Fiquei a ganhar...
Em Espinho, falaram de mim... Uma terra de mar...
No meu coração... A poesia vive... Pois é sua vontade.
Para mim é pura vaidade... O amor desta menina.

24/03/2012

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.