Número total de visualizações de página

terça-feira, 6 de março de 2012

Talvez...


Talvez…


Perdido nas vontades de algo achado

Achado nas verdades de algo perdido

Talvez…

Perdido em vontades de algo amado

Achado em palavras de um poema lido

Vontades desde a última vez

Talvez…

Vagueio em silêncio querendo dizer

Deambulo em perfumadas lagoas

Perdido em flores, num malmequer

Se bem-me-quer, nas ondas

Convés e proas…

Talvez… Me encontre

Talvez algo desponte

E me consiga agarrar

Perdido em perfumados carinhos

Aconchegados ninhos

Talvez… Um louco amar

Talvez me sinta achado por ti

Perdido em teu colo

Meu solo…

Que um dia vi

Vagueio pelos matos horticantes

Perdido pensando em me encontrar

Perdido em palavras… Apaixonantes

Perdido nas ondas de teu mar

Talvez… Te consiga tactear

Talvez te consiga sussurrar

Perder-me em teu linho… O meu tear

Achar-me em teu ventre e voar

Talvez…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.