Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de março de 2012

Ser poeta em vós


Ser poeta em vós


D ivido-me, sendo eu para vós

E levo-me em palavras que escrevo

S eparo-me em gritos… Alta voz

C ancioneiro na partilha… Se me atrevo

U ma golfada de ar dos vossos corações

L embranças do mundo que recebo

P artilhas de amor e emoções

A lianças com o bem… A sorte num trevo

S ensações de hipnose


A lmas em simbiose

O lhos de luz em partilha


M omentos de abraço meu, a vós dado

U m mundo que nos maravilha

N omenclatura de um beijo dado

D ádivas do meu ser

O ndas da minha vontade


C anções do meu silenciar

O mnipresente no meu dever

M ásculo em amor e liberdade


A bro-me para todos sem escolha

M eus poemas, recebereis em vosso luar

O meu desejo real, como a chuva que molha

R azão deste meu amar


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.