Número total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de março de 2012

Corro na estrada


Corro na Estrada


Caminho pela rua

Pedras me saltam à frente

O vento corta-me a pele nua

Corro…

Morro…

Pelos caminhos da gente

Salto pelas pedras da calçada

Pedras verdes pelo tempo

Polidas…

Pedras crescidas

Corridas ao vento

Vento que me empurra em rajada

Corro…

Morro…

Pelos becos em socorro

Caminho pelas feridas de um chão

Pelas estradas do moribundo

Pelas arestas de uma mão

Mãos que agarram as cinzas do mundo

Pedras queimadas

Onde corro…

Onde morro…

Pelos caminhos de pedras carentes

Pedras enlameadas pelas lágrimas mimosas

Caminho pelos espinhos das rosas

Passos descalços, pés dormentes

Morro…

Corro…

Mas…

Não morrendo …

Somente correndo

Sou eu caminhando

Amando…

Pelas pedras da vida


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.