Número total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Sem coragem


Sem coragem


Porque não me dizes

Se tua vontade é olhar-me

Cravejar teu brilho em mim

Porque não me dizes

Se tua vontade é amar-me

Cravejar tua ânsia até ao fim

Diz-me e receberás

Boca na boca, olhos nos olhos

Corpo no corpo... Um só

Sentimentos apetecidos

Se me dizes

Terás...

Amor aos molhos

Um nó...

...

Terás...

Momentos aquecidos

Vontades... Minhas e tuas

Então diz-me sem medo

Diz-me... Sem enredo

Das vontades nuas

Porque não me dizes

O medo é nada

Vem... Diz-me... Amo-te

O medo é tudo

Boca tapada...

...

Porque não me dizes

Menina de olhos brilhantes

Porque não me dizes

Como dantes

Amo-te

Eu espero... Mas... Chamo-te

Porque não me dizes


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.