Número total de visualizações de página

domingo, 13 de novembro de 2011

A pena


A pena


Vieste tocar-me

Não te vi entrar

Adorei teu charme

Amei teu voar

Vieste ver-me

Não avisaste

Vai ser difícil conter-me

Pelo amor que derramaste

Vieste silenciosa

Quase não te senti

Linda... Suavidade gostosa

Peço-te... Sorri!

...

Vieste no teu voar

Caminhas-te em pontas

Bailarina

Vieste para me abraçar

Diz-me, o que me contas!

Beleza feminina.

Pequenina cor da neve

Contigo vou dormir

Linda, nua, menina leve

Pena branca do meu sorrir

Macieza que levita

Menina meu encanto

Minha visita

De cisne branco


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.