Número total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Dueto


Dueto


Subi a montanha

Atravessei o mar

Voei…

Que loucura tamanha

Saber amar

Sem regras, sem lei

Rebolei nas dunas de areia

Caminhei sobre fogueiras

Cantei…

Castigos de amor, a minha tareia

Picadas de rosa

De moça vaidosa

Tudo aguentei

Atravessei passadiços

Em corpos roliços

De louca paixão

Sonhei…

Que meu coração

E a minha vontade

Não eram vaidade

Eram erupção

Lava incandescente do meu pensar

Bailei…

Suave deslizar

Viscosos corpos de luta

Vícios e dependências

Minha fruta

Indecências

Pulei…

Tudo era normal

Sensualidade que não mudo

Meu cio animal

Ser eu homem… Afinal

Tu mulher… Tudo

Amei…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.