Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Construções de areia


Construções de areia


O mar…

Onde tentei construir um castelo

As areias me eram queridas

Um louco amar

Areias brilhantes de cor caramelo

Meu recitar…

Um amar de palavras

Um amar de sol

Areias de um deserto

Construção que me lavras

Da cor do girassol

Areias do meu aperto


Mar…

Águas distantes e revoltosas

Que no seu ondular

Não deixou construir meu desejo

Águas vaidosas

De um estranho amar

Que ficou na ânsia de um beijo

Mar meu…

Talvez construa

Um castelo na tua areia

Na janela uma menina nua

Que um dia comigo passeia,

juntinho ao mar.


Mar de encanto

Da cor do céu

Mar… Meu manto

De um castelo que será teu

Mar de amor

Um mar que não me quer

Sem castelo, sem flor

Sem o cheiro a Malmequer

Sem o mar

Sem construção

Sem amar…


Desilusão…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.