Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Aberto


Aberto


Abri as mãos de agradecimento

Abri meu olhar, meu enriquecimento

Abri meu coração de contentamento

Abri meu ser, meu sentimento

Abro-me ao mundo agradecendo

Abro-me de mãos e coração

Abro-me acreditando, mesmo não sendo

Abro-me querendo ser teu irmão

Abertura minha… Vos recebo

Abertura do meu abraço, vosso colo

Abertura da minha vontade, eu vos percebo

Abertura da minha casa, meu solo

Abre-te para mim sendo igual

Abre-te para em mim, sejas quem for

Abre-te comigo, também sou real

Abre-te amigo, de qualquer cor

Abrindo a mente te respeito

Abrindo meu coração me ofereço

Abrindo minha vida, te dou meu leito

Abrindo para ti tudo, nada te peço

Sou uma abertura em pensamento

Sou uma abertura no olhar

Sou uma abertura em alimento

Sou uma abertura em vos amar

Assim Deus me fez aberto

Sem cadeados, sem portas, em liberdade

Assim eu sou quando me liberto

Abrindo meu coração à minha vontade

Abri este poema em amor profundo

Escrevi estas palavras abertas, para vos contar

Recitarei esta prosa, aberto ao mundo

Dizendo que me abri para vos amar


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.