Número total de visualizações de página

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Ser eu...


Se eu…


Se eu pudesse…

Conquistaria a minha alegria

E se ela quisesse…

O sol nasceria

Quantos sorrisos abraçaram,

os nossos corações

Quantos sussurros me encantaram

Risadas de carinho…emoções.

Se eu pudesse…

Voltava a falar

Voltava a ouvir a tua voz

E o teu mar humedecesse

a minha boca…meu amar

Se o sol brilhasse, brilhava em nós!

Se o teu perfume, me inundasse

Te guardaria para mim

Serias um frasco fechado

Jamais existiria o fim

De um amor não encontrado.

Se eu pudesse…

Correria para ti…donzela

Se não existissem precipícios na vida

Abriria uma janela

E voaria até ti…minha querida

E se tu viesses…

Que bom seria…somente num telefonema

Eu te ouviria, minha pequena

Choraria até…se tu quisesses.

As semanas passam a correr

Os dias passam em flecha

E na mais pequenina brecha

Eu espreito para te ver

Não mais te vi…

Se eu pudesse…

Fugiria para ti

A razão da minha prece

Se eu pudesse…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.