Número total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Passou...


Passou...


Passou...

A vida que foi,

a vida que sou.

Passou...

Diante de meus olhos,

meninas aos molhos

e tudo parou.

Passou...

Sonhos vividos

Tempos sofridos,

que o tempo alimentou

Passou...

Emoções e alegrias

Paixões e cantorias,

que o amor não cantou.

Passou...

Lágrimas escorridas

Saudades nas despedidas,

que o amor levou.

Passou...

Viagens de palavras

Terra minha onde tu lavras

Das sementes plantadas,

que Deus semeou.

Passou...

O presente é agora

O futuro não se ignora

Porque eu para trás não vou.

Passou...

Sabendo o que sou

Sabendo quem parou

O amor que se alimentou

A canção que não se cantou

Mas o amor levou

E quando Deus semeou,

foi no futuro que pensou.

Mas simplesmente...passou.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.