Número total de visualizações de página

domingo, 4 de setembro de 2011

A força


A força


Pensei estar sozinho

Por momentos o desejei

Escrevia um poemazinho

Com palavras, que já nem sei

Em redor de mim, o silêncio me observava

Ouvia meu respirar

A inspiração reclamava,

a letra que me faltava.

...

Fechei os olhos, travei a respiração

E senti... Uma companhia

Pensei um pouco, estendi a mão

De olhos fechados, sorri de alegria

Senti algo... Grandioso

Muita vontade de escrever

Algo bom... Poderoso

Mas tinha medo, que nada pudesse ser.

...

Então de olhos fechados, escrevi

Palavras inspiradas na alegria

De braços abertos sorri

Ao sentir o calor da companhia

Não conseguia parar

As palavras nasciam do nada

Na inspiração... Eu sentia o amar

Como se estivesse ali de mão dada.

...

Abri os olhos no fim

Do lindo poema que escrevi

Na certeza que sozinho, não escrevia assim

A força de Deus era a companhia,

que eu não vi.

Mas a senti dentro de mim


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.