Número total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Vai nascer


Vai nascer


Sou um anjo, descido do céu

Sou homem, sou o enviado

De asas nas costas, o resto ao léu

Sou agradecido, sou abençoado

Desci das alturas, para vos salvar

Desci à terra, para fecundar

A fêmea, minha esposa, terei de amar

E nascerá o menino, em quem acreditar

Sou um anjo, de missão planeada

Sou um anjo, de amor infinito

Minha esposa, será rainha, minha amada

Meu filho será o mundo, eu acredito

Não existirão dúvidas, desci à terra

Beberei do meu mar

Comerei das entranhas da serra

E o mundo me irá adorar

Sou um anjo, de caminho trassado

Voarei sobre as trevas e acabarei com o mal

Levarei o menino, meu filho, meu legado

Pois ele será luz, será sol, será cristal

Eu sou um anjo, ele é universo

Junto da mãe será unicamente filho

Eu sou a paz, eu sou um verso

Convosco meu filho partilho

Nascerá outro homem, outro ser

Novamente viveremos sem podor

Do ventre da mulher irá nascer

Um novo mundo, com mais amor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.