Número total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Escondida

Escondida

Ontem escondeste-te em meu perfume
Procurei-te e não precisei de ir longe
Estavas ali, comigo, junto ao lume
No calor do meu corpo…estava nu
Hoje queres esconder-te mais uma vez
Procurarei em meus braços, teu queixume
Sentindo-te e sabendo que és tu
No calor do amor, que em mim lês
Amanhã estarei para que te escondas, comigo
E procurarei por ti como um louco, para te amar
Se te encontrar em corpo meu, teu abrigo
Arderás em meu calor, até te encontrar
Um dia que te escondas de mim, por amor
Procurarei nos meus beijos por ti, minha paixão
Seguirei teu perfume de flor
E arderás comigo no fogo do coração

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.