Número total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Sexto sentido

Sexto sentido

Estive contigo
embrulhados no calor
Medimos corpos no olhar
Dentro de ti, meu abrigo
Fizemos amor

Fizeste-me suar
Apertavas-me contra ti
Apertava-te para mim
Corada na face…eu vi
Rosa vermelha meu jardim

Traçaste as pernas nas minhas
apertando sem sufocar
Contornava tuas linhas
em ondulações de amar
Sonho real, aquele dia
em voos de mil aves
No fim tudo é magia
No amor, que só tu sabes

Sorriste de contente
Pelo amor partilhado
Loucura da nossa mente
Na vontade de ser amado
Cavei nossa amizade e amor
No plantar da nossa raiz
Nos frutos da minha flor
Disseste-me que era feliz

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.