Número total de visualizações de página

terça-feira, 28 de junho de 2011

Rosa vermelha

Rosa vermelha


Vermelha, minha Rosa…minha prosa
Rosada nas faces, a cor da mudança
Sorriso alegre, menina…minha Rosa
De folhas, cor esperança.
Ao vento sedosa respiras
e do sério me tiras…
Menina vaidosa.
Rosa vermelha…ramo espinhoso
A luz dos meus olhos
Menina de mil gémeas, donzelas aos molhos
Em sonhos perfumados… ser teu esposo.
Quantas vezes te vejo dançar
Sabendo que tu és a mais bela
Quantas vezes rebenta em mim
…o ciúme.
De não te ter, te poder agarrar
da minha janela
e seres do meu jardim
Espinhosa menina, meu lume.
Rosa vermelha, nenhuma igual
Rosa de luz, que a um anjo se assemelha
Perfume de Éden, menina perfeita
A luz do meu sol…meu cristal.
Menina do meu sonho, que a noite me deita
Serás sempre, rosa vermelha
Menina Rosada, meu sinal.
Espero te ter…pois eu te amo
Espero te ver e sussurrar…minha flor
Espero me espetar no pico do teu ramo
Num pacto de amor

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.