Número total de visualizações de página

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Minha flor, Rosa

Minha flor, Rosa

Brava és minha roseira
Deitada no monte e na beira da estrada
Donzela rosada, por mim amada
Doce e lisonjeira
Rosa comigo de mão dada
Nunca por mim cortada
Brava e bela
Rosada e donzela
E por mim nunca deixada

És tu meu amor a quem escrevo
Palavras de verdade e de quem pensa
Que amar é tudo que devo
Pois foi Deus que me deu, esta flor imensa

Brava és minha roseira
Única e a primeira


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.