Número total de visualizações de página

domingo, 3 de agosto de 2014

Ventos da minha luz

Ventos da minha luz

Se te olho cálice natural, mulher… É porque desejo beber pelo esmerado segredo… De ti.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.