Número total de visualizações de página

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Existem pessoas!

Existem pessoas!

Existem pessoas, porque falam, pensando tudo dizer, sem a palavra conhecer.
Existem pessoas que olham para cegar, sem ver que nada viram, nem viram o que queriam saber.

Mas existem pessoas, que simplesmente sorriem para comprar, sorrisos que levam o que não sabem levar.

Mas existem…

Pessoas capazes de dizer, sem medir a força do silêncio, sem contarem a ofensa de um olhar, que jamais se esquece.
E procuram ali… Ali… Ali… Perdidas…

Existem pessoas que se dão sem nada terem para tal… O tal que se veste de cordeiro, mas na sua penúria nem lobo sabe ser…

Mas existem…

Pessoas transformadas em nada, somente a elas se imaginam… Somente pensam que são… E são o que os outros lhe dão… Por vezes mãos vazias, onde os sorrisos não são…

Mas existem…

Pessoas de olhos cegos, que somente atravessam a nudez… Onde a alegria luxuosa é pobre… Onde a riqueza é somente o medo…

Existem pessoas… E eu também quero ser… Pessoa… Mas pessoa igual a mim mesmo…
Eu fui, sou e quero ser… Sempre a mesma pessoa… O mesmo “EU”

Os meus amigos merecem que eu me sinta pessoa… Eu sinto a pessoa dentro deles… Daqueles que não abandonam os seus corpos…
Em troca de algo que só existe momentaneamente… Pessoa amiga, é eterno aos olhos de quem ama e sabe sentir o amor… Sempre sem abandono…

Mas existem… (pessoas)

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.