Número total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de março de 2014

Poesia

POESIA

P oesia
O lhada e sentida por mim
E spelho do meu coração
S entimentos de uma alma sem fim
I luminado amor que sai de minha mão
A candura poética, a luz do meu dia


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.