Número total de visualizações de página

sábado, 18 de janeiro de 2014

Vergonha de um beijo apenas

Vergonha de um beijo apenas

Deixa- me dizer
Que és bela… Que és linda
Que és doce… Que és perfeita
Deixa-me dizer
Que somente quis um beijo
O beijo que não demos, ainda…
Um beijo demorado
Deixa-me dizer e aceita
Será apenas um beijo molhado
Por ti um beijo corado

Um beijo apenas…

Deixa a minha boca te dizer
Que teus lábios são cinzelados
Lábios e sorriso de prazer
Vermelhos num beijo de apaixonados
Deixa-me dizer
Antes de te perder

Um beijo apenas…

O tempo se faz rápido… Passou
Na volta será mais um beijo pedido
Na vergonha de uma pele nua
Deixa-me dizer
que o meu lábio gostou
Amou o teu lábio querido
Num beijo não dado, mas sentido
Com vergonha…
Não a minha… Mas a tua

E era um beijo apenas…

Deixa-me dizer
Que de veludo é o corpo que não vi
Tem sedas brancas que me fazem arder
E foi com vergonha que senti
A tua vergonha ao acontecer
Aquele beijo…

Um beijo apenas…
Teu… Meu… O nosso desejo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.