Número total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Que me importa

Que me importa

A vida…
Que me importa
Pouca coisa nela vejo
Sombra no chão esquecida
Como esquecida é a chave sem uma porta
Como esquecida é a boca
Sem ter um beijo

A vida…
Que me importa
Nela sinto o chão onde rastejo
O amor que me olha convencida
Como se olha a luz, depois de morta
Num escuro dia que já não vejo

A vida…
Que me importa
O tempo passa… Desgraça
Eu vivo por aí, já sem saída
Fechado na dor, que o gume corta
Matando a vida que me abraça

A vida…
Que me importa
Se a fome que não passo, outros passam
Eu mato da colheita… Outros nem horta
Outros sem nada… Sem pão
Que me importa
A vida dos que sentem
Se o pão da fome
Comem… Os que mentem

A vida…
Que me importa
Sou mais um mendigo,
do meu pensamento
A vida…
Sem amor… Sem alimento
Sem coração…
É castigo

Que me importa a vida… Sem amor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.