Número total de visualizações de página

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Estender uma mão

Estender de uma mão

Por vezes sem dar por isso, deixo certos hábitos para trás, hábitos que tinha quase diários, coisas que me faziam bem e não quis preservar; a luz apaga-se e quando a quero acender novamente, por vezes já não tenho vontade de recuar; a luz parece longe, nem dou por ela ali tão perto, ao meu alcance, é só estender uma mão e apanhá-la.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.