Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Meu dedo anelar

Meu dedo anelar

Este dedo que te aponta,
não tem medo
É um dedo, uma mão e um abraço
Este dedo…
Esta mão e este calor… É um laço
Uma luz que para ti se apronta

Uma luz, tua vida… Minha conta
Um e um, que são dois na minha soma
És perfeita e te guardo em meu olhar
Num baú, no coração, numa redoma

Este dedo que te aponta,
não tem medo
É um dedo que te chama para amar
Este dedo…
Esta mão e este beijo… É o enredo
da novela do meu gostar

Uma luz, teu sorriso… Teu carinho
Um e um, que são dois para contar
És tão pura e te guardo em meu caminho
Num baú, no coração, nosso amar

Este dedo que te aponta,
não tem medo
É um dedo que te leva e faz de conta
Que a vida é luz e paraíso…
A tudo me atrevo
Esta mão e este amor… Quer-te pronta
Na aliança de uma vida… Sabor a mel
É um dedo que te aponta
Este dedo que carrega o teu anel


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.