Número total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

A fruta

A fruta

Só quero mais um segundo…
… Morder…
Deixar cair o meu corpo pelo mundo
E a saliva doce saborear a maçã
O fruto aberto em dois gomos
Profundo…
É salada… O morder a semente da romã
Vermelho irrequieto
E nós somos…
Somos ciúme da fruta madura
Só quero mais… Um pouco mais
… Morder…
Cai o meu corpo no teu… Soldadura
Preenchidos, unidos
Gomos de laranja ou tangerina
Perfume que se eleva por entre a banana
Corpos tingidos
Pela cor, pelo odor que trepa à narina
Só quero mais… Uma vez mais
… Morder…
Comer e saborear as guloseimas
A humidade da ameixa
Gemes, tremes… Apertas e queimas
É compota… Que importa
Amo a fruta que grita e deixa
Sem casca, sem caroço, sem sementes
Só quero mais… Mais geleia
… Morder…
Fruta diluída, escorrida pela boca
Pêra sumarenta acima da meia
A mente é louca
E semeia… Semeia… Semeia



José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.