Número total de visualizações de página

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Ideal

Ideal

Que ideia é essa
Imaginar o céu, a imitar a cor dos meus olhos
Um azul esverdeado que abraça a íris
Uma menina sem pressa
Que brilha na humidade, num piscar de folhos
Pestanas dos meus olhos,
que amam o arco-íris

Que ideia a tua
Imaginar que bebo da tua nascente
Sentir o toque da minha boca
Com estes lábios carmim, num corpo nu
Desejando que fosses tu
A fonte do prazer e me recebesses nua
Como se fosses a mais virgem semente
Dessa tua ideia louca

Que ideia, em ti eu vejo
Imaginar-te comer a amora silvestre
Comer figos
Salpicar de mel um beijo que ainda desejo
Tragar um salivar de amoras que me deste
E na salada de frutas sentir a união dos umbigos

Amo essa tua ideia
Querendo tocar-te para sentir tua pele
Subir imaginando uma perna sem meia
E levar-te comigo nesse ideal
Um olhar que nos sele
Uma vontade intencional

Que ideia...


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.