Número total de visualizações de página

sábado, 1 de junho de 2013

Diz-me...

Diz-me…

Diz-me o que sentes, quando pensas em mim
Eu sei o que penso, se penso no teu olhar
Diz-me flor do meu jardim
Diz-me o que sentes, diz-me se sentes o mar

Diz-me se é frio o teu pensar
Eu digo que é belo, quando se pensa na saudade
Diz-me se é quente um coração a pulsar
Eu digo que é belo o sentir, se é sentido em verdade

Diz-me…

Diz-me o que pensas de mim, diz-me de tua vontade
Eu sei que ao olhar, és uma flor no deserto
Diz-me sem vaidade
Diz-me o que vês, eu digo que te sinto tão perto

Diz-me se é verdadeira a tua íris colorida
Eu digo que é belo, agarrar teu sorriso
Diz-me… se o meu beijo, te faz sofrida
Eu te digo que de um beijo teu, eu preciso

Diz-me…

Diz-me de tua vontade e eu te direi
Eu te digo tudo, cada sentimento sem engano
Diz-me… tudo aquilo que ainda não sei
Eu te digo, porque te amo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.