Número total de visualizações de página

domingo, 15 de julho de 2012

Vagueio por aí


Vagueio por aí

Rasguei a estrada
Fugindo das esquinas escuras
Passeios perseguidores do caminho
Violência na vida do nada
Fugas em esquinas de mentes impuras
Degraus em desalinho
Vagueio por aí
Árvores querendo abraçar o céu
Fugindo do alcatrão
Pássaros me perseguindo
Sentindo o calor de um amor meu
Sombra das nuvens caídas no chão
A minha fuga… Não sei quando findo
Vagueio por aí
Arranha-céus em queda
Pontes quebradiças
Rios sujos, ninguém os veda
É este o mundo vadio com que me atiças
Fontes sem água em pedra mole
Mar salgado sem sal
Areia de pedras feridas,
não tem quem as console
Ventos do mal
Mentes perdidas
Vagueio por aí
Talvez encontre a outra margem
Vou procurar da serra até ao mar
Do céu à terra do meu chão
Outra aragem
Outro amar
Outro coração
Por agora… Vagueio por aí

José Alberto Sá

2 comentários:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.