Número total de visualizações de página

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Amizade


Amizade


Quantas lágrimas de felicidade

Quantos sorrisos de afeição

Escrevo em linhas a melodia

Que falo com toda a vaidade

Dos amigos de coração

Toda a noite, todo o dia

Tantos…

Que minhas palavras são uma gota,

no lindo mar.

Das pessoas de encantar.

São mantos…

Da cor do céu

Fazem parte de um coração,

que já não é só meu.

Ventos do meu respirar

São eles que olham meus gestos

As palavras de cada mão

Os sentires modestos,

de meu olhar.

São eles a luz do meu entender

Rostos do meu leito

São a voz do meu ser

Amigos do peito

São eles em tudo a imensidão

Quanta amizade me assola

Como se fossem minha fragrância

Um perfume que consola

Aromas de meu desejo

Que aproxima na distância

Uma flor, uma amizade, um abraço…

Um beijo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.